Como íamos dizendo…

Há quase um ano, ninguém escreve nesse blog. Mas isso não quer dizer que TGIF tenha esfriado. Dezembro passado comemoramos 3 anos, e foram muitas jogatinas desde o último post. Os destaques:

  1. A incorporação de mais um participante habitual, codinominado MrMagoo, que está inclusive convidado a escrever o próximo post;
  2. Muito, mas muito Dominion! Na verdade, 2013 foi dominado por ele (pun intended);
  3. Outras aquisições muito boas: Resistance, Sabotateur (o joguinho dos anões mineiros), expansões de Carcassonne, 7 Wonders Wonder Pack,e outros que devo estar esquecendo;
  4. Mais sessões de teste de Nobility e testes preliminares de Game Developers Game.

Já estamos avançando por 2014 e outras novidades foram incorporadas: A Study in Emerald, Gloom, Dominion (again) Prosperity, Game of Thrones e, estreando ainda hoje: Eldritch Horror.Image

Troféu Mão de Pântano

Em jogos online é muito comum recebermos Achievements – prêmios por ações inusitadas, ou por alcançarmos marcos como quantidade de dinheiro recolhido ou monstros mortos.

O Troféu Mão de Pântano é um Achievement negativo, como as privadas nas resenhas, conferido a jogadores que conseguem tirar a carta que não podia aparecer, ou o número nos dados que não podia sair.

O troféu mudará de mãos enlameadas quando um novo jogador merecer o troféu. Atualizarei este post toda vez que isso acontecer.

Troféu Mão de Pântano

Troféu Mão de Pântano

Ganhadora em abril de 2013: Mrs. Goldfish, por sortear quatro Epidemias no Pandemic.

O que faltou dizer sobre dezembro?

Mais um ano se vai. E terminou em grande estilo para TGIF. Os posts publicados em dezembro (número recorde?) deixaram muito de fora:

  • Jogamos Say anything. Muito divertido!
  • Estreamos as micro expansões 1 e 2 de Carcassonne. HLH ficou saltando de ornitóptero de um lado para outro, e sempre acabava filando a bóia em algum convento.
  • Jogamos Power Grid com 5, no mapa da Alemanha. MrF usou sua geo-vantagem e venceu.
  • Jogamos Ticket to Ride com Big Cities (4 jogadores, apenas), e estabelecemos um novo recorde: MsF e ZD fizeram 122 pontos (a vitória foi de ZD apenas pela ferrovia mais longa).
  • O que mais?

Para 2013 ainda temos as estréias de:

  • Lancaster New Laws
  • Pandemic on the Brink
  • Outras 3 micro expansões de Carcassonne.
  • O que mais?

Foi um ótimo ano para TGIF, não foi? Que 2013 seja ainda mais divertido! TGIF é um dos meus momentos favoritos da semana. É um prazer compartilhar tão brilhante companhia! Cheers!

Dominion

Ontem, estreamos mais um jogo: Dominion. Mais um que agradou. E acho que foi acima da média. Jogamos três partidas. Nas duas primeiras, usamos a seleção de cartas sugerida no manual para o primeiro jogo. Vitórias de MrF (23 pontos) e MsG (24 pontos). A terceira foi a Interaction. Vitória de ZM (44 pontos).

Interessante como os sets “First Game” e “Interaction” resultaram em jogos tão distintos. Basta ver a diferença no placar dos vencedores (44 contra 24). No First Game, as duas partidas terminaram pela exaustão de 4 lotes de kingdom cards. No Interaction, o jogo acabou pelo consumo de todas as cartas de Província. Além disso, o segundo arranjo rendeu uma partida muito mais longa (2 horas, talvez) e é, como o nome indica, muito mais interativo. Espiões e Ladrões perturbaram e os Fossos fizeram um sucesso danado. Não tiramos fotos.

TGIF 2 anos!

DSCN0767[1]

Dezenas de sessões, dezenas de jogos diferentes, centenas de horas de diversão!

Settlers of Catan, Carcassonne, Imagem e Ação, O melhor dos anos 80, Nobility*, Volta ao Mundo, Lombardy*, UNO, Interpol, Mahjongg, Monopoly Cards, Enciclopédia, Fiasco, 7 Wonders,  Lancaster, Scotland Yard, Citadels, Shadows over Camelot, Fury of Dracula, Super Trunfo, Decatlo**, Top Secret, Alerta Vermelho, Bolsa de Valores, UK Trivia, Worst Case Scenario, Quem sou eu?, Pandemic, Les Aventuriers du Rail (Ticket to Ride), Say Anything e Power Grid.

* em desenvolvimento, ** desenvolvido na casa

A volta

Depois de um mês sem sessões de TGIF (o clube nunca ficou tanto tempo sem se reunir) voltamos com tudo, com jogos novos e expansões. Vamos resumir as sessões dos dias 7 e 14 de dezembro.

Começamos por Ticket to Ride (ri-hi-hide). O jogo é simples e divertido. E agradou. A primeira partida foi vencida por MrFlipper, no dia 7. Voltamos a jogar no dia 14, mas desta vez sem HLH. Não sabemos se por conta do menor número de jogadores, mas alcançamos placares mais elásticos. Chegamos a passar dos 100 pontos (note os marcadores em pé na foto, para indicar que dobramos a esquina, à la Carcassonne). A vitória foi decidida em favor de ZD no detalhe, apenas pelos 10 pontos conquistados pela ferrovia mais longa. O resultado foi 111 a 101!

TTR - sessão 1 - foto 1

Minhocas ferroviárias de MrFlipper foram mais eficazes.

TTR - sessão 2 - foto 1

Quase um empate! ZD venceu pela ferrovia mais longa.

Se cabe alguma crítica, ficamos com a impressão de que é preciso dar mais incentivo para que os jogadores comprem rotas (é esse o nome?) adicionais.

7 wonders leaders and cities. Novo recorde? Não, matemática ruim!

7 wonders Leaders and Cities. Novo recorde? Não, matemática ruim!

É claro que não resistimos e usamos o pretexto da nova expansão Cities para voltarmos ao vício 7 Wonders. As cartas pretas e as maldades que elas trazem não chegaram, pelo menos nas duas partidas que jogamos, a levar alguém à bancarrota. Mas, com a expansão atingimos um novo recorde de pontos! 91!

Mas, espere um minuto! Se somarmos 18 +2 + 6 + 20 + 4 + 0 + 15 + 16, o resultado é 81! Assim, ZD não conseguiu ampliar o seu recorde (88). Conseguiu apenas a humilhação pública e uma recomendação: MOBRAL.

Power grid - sessão 1

Apesar de seus “probleminhas” ZD vence a primeira de Power Grid

No dia 14, além do TTR, estreamos Power Grid (sem HLH). O jogo parece ter causado ótima impressão. Claro que jogamos errado. E, claro, que a culpa foi de ZD e sua supramencionada dificuldade cognitiva. Usamos uma região a mais do que deveríamos, e não tiramos 4 usinas do baralho, como deveríamos. Mas parece ser um jogaço.